BGamer anuncia encerramento definitivo

Artigo publicado na Newsletter Hoje, organizada por Paulo Querido.

Uma das referências jornalísticas na área dos videojogos em Portugal foi a revista BGamer. Fundada há mais de 15 anos, já havia abandonado o formato de revista com distribuição tradicional em Setembro de 2014 – era então a última revista de videojogos em circulação – mas a atividade havia continuado através do seu site. Agora, foi anunciado o encerramento definitivo do projeto.

Já em Dezembro passado tinha também encerrado o GameOver, o primeiro portal português de videojogos, nascido no SAPO e que teve uma longevidade semelhante: 15 anos.

A globalização e a mudança dos hábitos de consumo de informação por parte do público não tem sido simpática para os projetos nacionais. Se há poucos anos se temia, e com razão, que já não houvesse mercado para as revistas tradicionais, hoje coloca-se o mesmo problema até para os projetos digitais. Neste momento existirão em Portugal apenas quatro sites que poderão ter algum grau de profissionalismo (referimos-nos à vertente económica) : IGN, VideoGamer, Eurogamer e GameReactor, todos versões nacionais de sites estrangeiros.

Por outro lado temos o exemplo da revista PushStart, que se encontra a tentar fazer um percurso contra-corrente: após 5 anos em versão digital e gratuita, passou recentemente para o formato físico, pago, mas optando por um modelo de distribuição direta ao consumidor.